Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2014

Panorâmica de Postagens

Evangelho Duro

Começo esta reflexão com uma frase de  do Teólogo Agostinho de Hipona:
Se você   crê   somente no que gosta do evangelho e rejeita o que não  gosta    não é  no evangelho que você    crê,   mas  sim    em si mesmo .
Existem passagens da Bíblia Sagrada que são verdadeiramente duríssimas de aceitar. Alguns discursos proferidos por  apóstolos como Tiago, Judas , Paulo, e especialmente as palavras de Cristo. Um exemplo disto temos ao ler a passagem do Evangelho de João  cap. 6.60, percebemos que muitos dos discípulos consideraram dura a mensagem de Jesus e por isso o abandonaram.
Jesus nunca esteve preocupado em usar as palavras certas para persuadir seus ouvintes ou agradá-los. De maneira alguma! Suas palavras edificavam com simplicidade e objetividade. Se alguns rejeitaram seus ensinamentos isso era devido a dureza de seus corações e não da palavra dita pelo Mestre. Cristo só disse a verdade, a simples e pura verdade, mas sempre haverão os que repudiam esta sinceridade. Saibamos que o  eva…

Declaração Universal dos Direitos do Homem

A Declaração Universal dos Direitos Humanos, que delineia os direitos humanos básicos, foi adotada pela Organização das Nações Unidas em 10 de dezembro de 1948.  Segundo o Guinness Book of World Records, a Declaração Universal dos Direitos Humanos é o documento traduzido no maior número de línguas. Em Dezembro de 2012, o site oficial da Declaração Universal dos Direitos Humanos informa a existência de 403 traduções disponíveis.


Clique aqui para baixar a declaração em PDF

Considerando que, na Carta, os povos das Nações Unidas proclamam, de novo, a sua fé nos direitos fundamentais do Homem, na dignidade e no valor da pessoa humana, na igualdade de direitos dos homens e das mulheres e se declararam resolvidos a favorecer o progresso social e a instaurar melhores condições de vida dentro de uma liberdade mais ampla; Considerando que os Estados membros se comprometeram a promover, em cooperação com a Organização das Nações Unidas, o respeito universal e efectivo dos direitos do homem e das lib…

Trabalhar - estudar - amar

Faça aquilo que gosta e não terá de trabalhar um único dia na sua vida.
Esta frase é exatamente aplicada para um profissional da área da teologia.  Dizer para um teólogo deixar de trabalhar um pouco para divertir-se é quase contraditório. Não há nada que dê mais prazer a estes profissionais do que embrenhar-se em um estudo bíblico ou meditar e orar para preparar um sermão. O autêntico teólogo é um estudante incansável das Sagradas Escrituras, está sempre com fome e sede de aprender e conhecer mais sobre Deus. Trabalhar ajudando a pastorear uma congregação, editar ou escrever um livro, ministrar um sermão, aconselhar um irmão, dirigir um devocional, ministrar aulas em uma escola, preparar um estudo bíblico, planejar um texto para uma coluna de jornal ou revista, tudo isto e muito mais pode fazer parte do trabalho de um teólogo. Tudo isto quando é feito com amor e sinceridade  torna-se motivo de grande contentamento e satisfação. Ajudar as pessoas a encontrar a verdadeira vida com Deus é uma…

Remonstrância

Em 1588, Armínio iniciou o ministério na igreja reformada de Amsterdã, aos 29 anos de idade. Todos os relatos contam que seu pastorado foi ilustre. Conforme observa certo biógrafo: “Armínio se tornou o primeiro pastor holandês da igreja reformada holandesa da maior cidade da Holanda, exatamente quando ela estava emergindo de seu passado medieval e irrompendo na Idade de Ouro”. Era notadamente benquisto e respeitado, tanto como pastor quanto como pregador, e rapidamente se tornou um dos homens mais influentes de toda a Holanda. Casou-se com a filha de um dos principais cidadãos de Amsterdã e entrou para o grupo dos privilegiados e poderosos. Nem por isso demonstrou qualquer indício de arrogância ou ambição. Nem sequer seus críticos ousaram acusá-lo de abusar de seu cargo pastoral ou de qualquer outra falha pessoal ou espiritual. Acabaram acusando-o de heresia somente porque, como pastor de uma das igrejas mais influentes da Holanda, começou a criticar abertamente o supralapsarismo que …

Os 5 Artigos da Remonstrância

Artigo 1 Que Deus, por um eterno e imutável plano em Jesus Cristo, seu Filho, antes que fossem postos os fundamentos do mundo, determinou salvar, de entre a raça humana que tinha caído no pecado – em Cristo, por causa de Cristo e através de Cristo – aqueles que, pela graça do Santo Espírito, crerem neste seu Filho e que, pela mesma graça, perseverarem na mesma fé e obediência de fé até o fim; e, por outro lado, deixar sob o pecado e a ira os contumazes e descrentes, condenando-os como alheios a Cristo, segundo a palavra do Evangelho de Jo 3.36 e outras passagens da Escritura.
Artigo 2 Que, em concordância com isso, Jesus Cristo, o Salvador do mundo, morreu por todos e cada um dos homens, de modo que obteve para todos, por sua morte na cruz, reconciliação e remissão dos pecados; contudo, de tal modo que ninguém é participante desta remissão senão os crentes.
Artigo 3 Que o homem não possui por si mesmo graça salvadora, nem as obras de sua própria vontade, de modo que, em seu estado de apost…

Total de visualizações