Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2015

A Igreja Protestante Moderna

O protestantismo é um movimento que se iniciou na Europa Central no início do século XVI como uma reação contra as doutrinas e práticas do catolicismo romano. A Reforma Protestante foi um fenômeno  que  buscou de um novo entendimento sobre a relação entre Deus e os seres humanos.


 Bíblia é   única fonte de autoridade doutrinal e deve ser interpretada de acordo com regras históricas e linguísticas, observando-se seu significado dentro de um contexto histórico. A salvação é   dom gratuito   de Deus alcançado mediante a fé. As boas obras são resultados da fé e não causa de salvação.  O protestantismo assume a doutrina trinitária, a Cristologia clássica, o credo Niceno -Constantinopolitano, a infalibilidade e Inerrância da Bíblia, a justificação por graça mediante a fé somente - a Sola Fide, o sacerdócio de todos os crentes - e a Bíblia como única regra em matéria de fé e ordem, doutrina conhecida como Sola Scriptura; sendo que diferem grandemente em outros pontos doutrinários.
Doutrina Pro…

Os Luteranos

As igrejas luteranas e reformadas são herdeiras da Reforma da Igreja Cristã do século 16 na Europa.


 Uma corrente desse movimento foi liderada pelo alemão Martim Lutero (1843-1546), da cidade de Wittenberg, Alemanha. Desta corrente surgiram as igrejas luteranas. Outra corrente foi liderada pelo suíço Ulrico Zwínglio (1484-1531) na cidade de Zurique, na Suíça de fala alemã. Uma terceira corrente, sob a liderança do francês João Calvino (1509-1564), surgiu na cidade de Genebra, na Suíça de fala francesa.
Não faltaram tentativas de unir as diversas correntes da Reforma. Lutero e Zwínglio não conseguiram superar suas divergências na compreensão da Santa Ceia. Mas, em 1549, uniram-se as reformas de Zurique e de Genebra. Nisso as igrejas reformadas têm a sua origem. O nome quer dizer que são igrejas renovadas (reformadas) de acordo com o evangelho. Seguem a orientação de Calvino. Por isso, são chamadas, às vezes, de igrejas calvinistas. Em países de fala inglesa chamam-se, geralmente, de igre…

Metodistas

A ORIGEM DO METODISMO Postado por EDNALDO BREVES quarta-feira, 12 de maio de 2010 As origens do Metodismo têm início com a vida de João Wesley. Ele viveu na Inglaterra no século 18 - nasceu no dia 17 de junho de 1703 na cidade de Epworth e morreu em 22 de março de 1791. Seu pai se chamava Samuel Wesley e sua mãe Suzana Wesley. Teve 18 irmãos. Em 1714, João Wesley ingressou na Escola Charterhouse. Mais tarde, chegou à tradicional Universidade de Oxford, bacharelando-se aos 20 anos e, mais tarde, colando o grau de mestre. OxfordA tradicional Universidade de Oxford, fundada no século 18, formava um ambiente universitário 'fervilhante' por várias razões: Era conhecida como rival de Paris como centro de estudos teológicos na Idade Média. Lá havia ensinado Guilherme de Ocam,deixando Oxford como centro de irradiação do nominalismo, a via moderna que marcava o fim da Escolástica. No século 14, Wicliffe disseminava na Universidade seu pensamento pré-reformista. Foi nas cidade de Oxford que os…

Os Batistas

Os batistas surgem em  1612, quando Thomas Helwys de volta da Holanda, onde se refugiara da perseguição do Rei James I da Inglaterra, organizou com os que voltaram com ele, uma igreja em Spitalfields arredores de Londres. Thomas Helwys, que era advogado e estudioso da Bíblia, ao escrever um livro intitulado " Uma Breve Declaração Sobre o Mistério da Iniquidade", foi preso e morreu na prisão, em 1615.   As  igrejas adotam a forma de governo Congregacional Democrático. São Igrejas autônomas e locais. Relacionam-se umas com as outras pela mesma fé e ordem, de forma cooperativa e por laços fraternais. 


Creem na conversão pessoal de cada crente a Jesus Cristo, no exercício de sua responsabilidade individual e que é aceito pela Igreja por batismo por imersão e mediante confissão da sua fé em Jesus Cristo como salvador pessoal. Portanto. Não aceitam e nem praticam o batismo infantil.  Realizam seus objetivos comuns pela cooperação voluntária, na forma de associação de Igrejas ou de …

Igreja Presbiteriana

Segundo  dados do Instituto Mackenzie ,  o termo presbiteriano foi adotado pelos reformados nas Ilhas Britânicas (Escócia, Inglaterra e Irlanda). Isso se deve ao contexto político-religioso em que o protestantismo foi introduzido naquela região, no qual a forma de governo da igreja teve uma importância preponderante.

 Os reis ingleses e escoceses preferiam o sistema episcopal, ou seja, uma igreja governada por bispos e arcebispos, o que permitia um maior controle da igreja pelo estado. Já o sistema presbiteriano, isto é, o governo da igreja por presbíteros eleitos pela comunidade e reunidos em concílios, significava um governo mais democrático e autônomo em relação aos governantes civis. Das Ilhas Britânicas, o presbiterianismo foi para os Estados Unidos e dali para muitas partes do mundo, inclusive o Brasil.
Daí resulta outra distinção importante. Todo presbiteriano é, por definição, reformado e, em teoria, calvinista. Porém, nem todos os calvinistas são presbiterianos. Um bom exemplo …

Igreja Anglicana

A Igreja Anglicana teve sua origem na Inglaterra, em 1530. Em 1534, o parlamento inglês aprovou o Ato de Supremacia, declarando doravante o rei como Chefe da Igreja na Inglaterra.


As propriedades eclesiásticas foram nacionalizadas e os laços com Roma cortados, mas no mais continuou ?católica? doutrinariamente. Já o seu sucessor, o Rei Eduardo VI, conduziu a igreja mais para o lado calvinista. Diferentemente das demais, a Reforma Religiosa na Inglaterra ocorreu a partir da iniciativa de um rei, e não de teólogos críticos às doutrinas e práticas do clero católico. O motivo que levou o soberano inglês Henrique VIII a se desligar da Igreja de Roma foi a não aceitação de seu pedido de divórcio enviado ao papa Clemente VI.
Henrique VIII era casado com Catarina de Aragão, nobre de origem espanhola.  Dos seis filhos de Catarina, apenas a princesa Maria sobreviveu. O interesse de Henrique VIII era casar com Ana Bolena, uma dama da corte da Inglaterra, e com ela poder ter um filho que o sucederia.…

Reservar um horário do dia para Deus

Jesus reservava frequentemente um tempo somente para oração. Por diversas vezes encontramos Jesus indo para um lugar para orar sozinho. Grandes cristãos do passado também agiram de forma similar. John Wesley certa vez destacou que ele não tinha um alto conceito de ministros que não gastavam quatro horas por dia em oração. Lutero, por exemplo, reservava uma hora por dia para orar. Nos dias que Lutero sabia que seria mais corrido, ele reservava duas horas para orar. Fato é que usualmente você faz justamente o inverso de Lutero. Se sua agenda do próximo dia está cheia, faz aquela oração formal rápida, somente para desencargo de consciência. E isso é loucura. Deixe-me mostrar o por quê. Certa vez Lillian e o marido estavam dirigindo em uma estrada quando notaram um Cadillac parado no acostamento. O motorista do Cadillac parecia perplexo e agitado. O casal saiu do carro para ver se poderiam prestar assistência. O rapaz explicou que quando saiu de casa ele tinha percebido que o tanque estava …

Richard Baxter e a Pregação Reformada

Por que Richard Baxter? A teologia dele não era completamente sã. O desejo de Baxter promover a unidade da igreja às vezes o traía, ao ponto de tentar estabelecer consenso com aqueles que se encontravam distantes da fé bíblica. Embora Richard Baxter tenha sido um controvérsia lista hábil, ele confessou: “Sinto-me bastante inclinado a dirigir palavras de controvérsia em meus escritos e propenso a provocar a pessoa contra a qual eu escrevo”. Na “época clássica da literatura evangélica”, não existem outros modelos ou exemplos mais seguros de pregação? A resposta se encontra no valor especial de Richard Baxter para a nossa necessidade atual. Na providência de Deus, estamos vendo um renovado interesse pela fé reformada e um conseqüente aumento do número de homens que têm sido impulsionados a pregar as doutrinas da graça. Mas qualquer novo progresso pode chegar a extremos; e sempre existe o perigo de um homem, no primeiro ímpeto de entusiasmo em favor daquilo que descobriu, se tornar, em seu…