Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2016

Abençoadas riquezas - Salmo 119.14

Folguei tanto no caminho dos teus testemunhos, como em todas as riquezas.  Salmo 119.14


O autor deste salmo, seja ele quem for, era um homem rico. A qualidade e a extensão desta riqueza não nos ficam claro, mas sabemos  que  uma  riqueza importante na sua vida era sua obediência e amor aos mandamentos divinos. Esta também pode ser considerada uma espécie de riqueza.

Mas existem outros tipos de riquezas. As que estamos mais acostumados a perceber como tal. Honra, fama, sucesso, poder, recursos materiais, dinheiro, ouro.  Estamos acostumados a perceber este tipo de riqueza como mundano,  algo que pode trazer prejuízos espirituais. O cristão rico muitas vezes é visto com maus olhos pelos  outros crentes. É como se fosse pecado ser rico. Mas não é, isso é um equívoco. De fato, a fortuna, poder e fama não são más. Tudo isso pode ser alcançado pelo cristão  e deve ser motivo de  dar graças a Deus. O problema está quando o homem desvia o olhar do Senhor, desvia sua confiança do verdadeiro e úni…

A Bíblia em sua voz - Salmo 119.13

Com os meus lábios declarei todos os juízos da tua boca.  - Salmo 119.13

Que a bíblia é a boca de Deus isso está bem claro para a maioria dos cristãos, isso não se discute. Alguém ainda disse uma vez " se você deseja ouvir a voz de Deus ( literalmente pelos ouvidos) , deve ler a bíblia em voz alta". A sugestão é boa. Na verdade o próprio salmista já utilizava esta prática. Ele diz "eu declarei" , ou seja, eu falei, usei a minha voz para expressar o que dizer o que Deus falaria se  ele se manifestasse em forma humana em nosso meio.  Assim como o salmista, deveríamos começar a apreciar mais este recurso, ler a bíblia em voz alta.

A leitura em voz alta tem várias vantagens. Ela potencializa a assimilação, porque conjuga o sentido da visão ao da audição.  A memória fixa mais fortemente a palavra ouvida do que o vocábulo meramente lido, ou seja, é mais fácil gravar o conteúdo lido  quando se lê oralmente. Outra vantagem da leitura oral é a qualidade do que estamos absorvend…

Deus que me ensina.- Salmo 119.12

Bendito és tu, ó SENHOR; ensina-me os teus estatutos. - Salmo 119.12


Lendo uma primeira vez fica para estranho o que o salmista quer dizer com ensina-me os teus caminhos. Isso pelo fato de que ele está justamente escrevendo um salmo   elogiando estes mandamentos, logo ele os conhece.
Aí que me ocorreu que muita gente vai na escola, conhece o conteúdo, sabe o que é, até mesmo consegue decorar algumas regras e fórmulas, mas lhes falta capacidade de entender no que elas se aplicam e qual a sua importância. Elas conhecem mas não entendem. É uma situação bem difícil. Sabem, por exemplo,  a Fórmula de Bháskaramas não tem a mínima ideia de onde aplicá-la e para que ela serve .
Nós precisamos saber utilizar nosso conhecimento adquirido na leitura bíblica. Não basta simplesmente conhecê-la, é preciso entender para que ela serve , como e onde aplicá-la. Há muitas pessoas que conhecem a Bíblia , mas não são todos que sabem empregá-la corretamente em suas vidas. É preciso ajuda. Ajuda de Deus, sim, …

De Coração - Salmo 119.11

Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti.-  Salmo 119.11


O povo hebreu, há milênios, mantém um costume  muito bom e saudável, um costume que  faz parte da cultura e da tradição do judeu no mundo todo. Assim que a criança começa a falar, aprende passagens-chave da Torá, notadamente a primeira passagem  é o Shemá, que é mais importante confissão e fé que o judeu aprende (O Shemá é praticado por  toda vida e é parte das preces matinais e noturnas) . O Shemá é uma declaração curta e concisa que diz: “Escuta ó Israel, o Senhor nosso Deus é Um”. As palavras ficam enraizadas de tal forma que o pequeno judeu, já consegue expressar sua fé em apalavras antes mesmo de compreendê-las bem. Estão plantadas no coração e de lá jamais sairão. Nossa cultura ocidental colocou na palavra decorar um sentido negativo que certamente ela não tem, um sentido de memorizar sem se importar com o conteúdo, mecanicamente. Mas não é esse o sentido original desta palavra. Decorar significa introd…

Pedir com coração - Salmo 119.10

Com todo o meu coração te busquei; não me deixes desviar dos teus mandamentos. - Salmo 119.10

Quais são seus pedidos em oração?  O que você clama com mais frequência para que o Altíssimo lhe conceda? O salmista se achega a Deus e lhe faz um pedido. O pedido que mais lhe importava, trouxe sua necessidade urgente. O que será? Vitória sobre seus adversários? Sabedoria como pediu Salomão? Riquezas? Bens? Longevidade? Saúde? Não ,nada disso, seu pedido é superior, além de superior é totalmente inesperado. Eu ainda não ouvi ninguém erguer a voz na Igreja e fazer este pedido. O que ele pede?
“Não me deixes desviar dos teus mandamentos.”
Seu desejo é obedecer, ele quer agradar a seu Deus acima de tudo. Ele chega na presença do Senhor e apresenta seu pedido: Eu desejo te obedecer, não me deixes desviar dos teus caminhos. A intensidade da busca é o tamanho da intensidade do sentimento. O salmista diz “ de todo o coração”, ou seja uma busca incessante, constante e inabalável. Ele amava o Senhor. Um bom fi…

Um caminho sujo para o jovem limpo - Salmo 119.9

Com que purificará o jovem o seu caminho? Observando-o conforme a tua palavra.  Salmo 119.9

Imagine comigo uma cena : um rapaz  limpo e  cuidadoso , com vestes muito brancas, tem de  cruzar por um caminho difícil e sujo para chegar ao seu destino. Para complicar , o lugar que o espera só o receberá se estiver com suas  vestes limpas. A trilha é lamacenta e ele irá inevitavelmente se sujar. Não há grama, concreto, pedras ou algum atalho identificável, ele terá que passar pelo barro. Para um jovem asseado como ele , a sujeira é desafiadora, incômoda, detestável. Sua aflição é grande por que sabe ter que trilhar este caminho. Mas imagine também que ele ouça alguém que lhe dirige a palavra dizendo: por aqui, escute a minha voz, siga por este caminho, desvie dos buracos. Mais adiante  esta voz lhe  avisa sobre uma poça, um galho, um obstáculo e assim  por diante, conselho sobre conselho, ele vai seguindo sem duvidar que essa voz lhe manterá  longe da sujeira e dos perigos do caminho. Não prec…

Não me desampara - Salmo 119.8

Observarei os teus estatutos; não me desampares totalmente  -  Salmo  119.8


Todos nós precisamos de amparo, ninguém é super homem nem super mulher a ponto de achar nunca vai precisar de um ombro amigo para lhe amparar no dia da angústia. O dia da angústia certamente virá, para todos, tanto os filhos de Deus como para os ímpios. Quando a tempestade se abate sobre nossa vida, quando os momentos difíceis nos sobrevém é fácil se sentir abandonado, desamparado , muitos ficam oprimidos . Mas isso não pode jamais descambar  para o desespero.O desespero é característica daqueles que não tem esperança, não possuem uma base sólida onde possam repousar, não possuem expectativa alguma de alívio de seu sofrimento. Isso pode ocorrer com os que não conhecem a Cristo mas não  com os filhos amados de Deus. Um filho de Deus sofre, lamenta, chora, sente-se frágil, até mesmo oprimido, mas ele jamais se sentirá desamparado, pois ele não está só, o Senhor é seu pastor e nada lhe faltará. Deus lhe deixou seus …

Dois passos para louvar de coração - Salmo 119.7

Louvar-te-ei com retidão de coração, quando tiver aprendido as tuas retas ordenanças.  Salmo  119.7


Que nos devemos louvar ao Senhor nenhum crente tem dúvida. Isso é claro e evidente como o sol do meio dia. Parece tão natural que devamos cantar , exaltar ao nosso Criador que ninguém reflete muito sobre este assunto. Não há , parece, muito a ensinar sobre isto, é tudo bem automático, adequado a liturgia de cada denominação: umas erguem as mãos, outros batem palmas, alguns fecham os olhos, há os que cantam junto com o dirigente do culto,  outros gritam a plenos pulmões "glórias" e "aleluia". Mas é aí que mora o problema das coisas que são demasiado óbvias: ninguém pensa profundamente sobre elas, ninguém para e reflete sobre o que estamos fazendo, como estamos fazendo e para quem realmente estamos fazendo. Por que ergo as mãos? Se é por que todos também estão erguendo, é costume. Por que canto com o dirigente? É por que ele é meu amigo e não quero decepcioná-lo? Por que gri…

Confusão - Salmo 119.6

Então não ficaria confundido, atentando eu para todos os teus mandamentos. Salmo 119.6 

Todos passamos, durante a vida,  por situações que nos deixam sem desconfortáveis,  atordoados e com muita raiva, envergonhados, decepcionados. Seja na ocasião em que um  amigo   te decepcionou,   ou surgem dívidas inesperadas, problemas no amor não correspondido , a perda de um emprego. Tudo isso nos causa   sentimentos de desilusão, vergonha e frustração . Lendo em várias traduções bíblicas percebemos que a palavra confundido é usada como sinônimo de envergonhado , desiludido e frustrado. Ainda que estas   opções pareçam diferentes entre si , elas revelam dois tipos de sentimento que ocorrem quando alguém espera  confiantemente em algum recurso e este recurso acaba por falhar no momento  mais importante. Este recurso pode ser uma pessoa, um método, uma situação ou nós mesmos, nossas capacidades. O Salmista sabe que se atentar para os mandamentos divinos ele não será envergonhado, nem desiludido.
A des…

Caminhos Dirigidos - Salmo 119.5

 Quem dera que os meus caminhos fossem dirigidos a observar os teus mandamentos.  Salmo 119.5


Há algum tempo atrás, estando em  Porto Alegre , estive procurando uma livraria que sabia se localizar no  centro da cidade. Como não conheço quase nada da capital tive que pedir ajuda para estranhos. Quem já passou por isso sabe como é complicado pedir informações, muitas vezes as informações se desencontram e algumas pessoas mais atrapalham do que ajudam. Como saber em quem confiar? como saber quem sabe corretamente a localização que estamos a procurar? Andando ( e cansando)  bastante encontrei a tal livraria , depois de enfim  ouvir uma pessoa que tinha uma informação aproximadamente correta. Eu me gastei e cansei por que não sabia quem procurar,não sabia identificar, entre aqueles milhares de rostos que cruzavam por mim, um que fosse confiável , um que tivesse boas informações  para que eu pudesse seguir por um caminho curto e  seguro para eu chegar tranquilamente ao local. Os homens estão a …

A Diligência - Salmo 119. 4

Tu ordenaste os teus mandamentos, para que diligentemente os observássemos. Salmo 119.4

Quando estamos com fome, chegamos em casa e preparamos com rapidez e  presteza uma refeição capaz de saciar-nos . Quando estamos machucados procuramos com zelo e cuidado sarar a ferida, seja com medicamentos, com uma consulta ao médico ou o que mais for necessário. Quando estamos com frio procuramos com grande urgência um agasalho ou abrigo que nos aqueça. Enfim , estes exemplos são suficientes para demonstrar que quando se trata de  uma necessidade do nosso físico usamos de cuidado, rapidez, zelo, presteza, urgência, para satisfazer esta carência física. A palavra diligência resume bem todos estes adjetivos.Ela é uma virtude , uma qualidade de quem realmente sabe o que é importante para si e não negligencia os meios para alcançá-lo.  A questão que nos  surge é: Será que usamos a mesma DILIGÊNCIA  para cumprir a vontade de Deus expressa na Bíblia Sagrada?Será que possuímos esta virtude? Será que temos …

Equidade e Iniquidade - Salmo 119.3

E não praticam iniquidade, mas andam nos seus caminhos. Salmos 119:3
Lendo este verso me interessei por  refletir , acuradamente,  no significado de iniquidade e sua aplicação para  nosso contexto moderno.  O dicionário traz este vocábulo como sinônimo de injustiça, malicia, maldade. Mas na Bíblia ela alcança um sentido um pouco mais delimitado. Os tradutores, quando esta palavra aparecia no Novo Testamento, traduziram a palavra  ανομια (anomia) que significa falta de conformidade com a lei, negação da lei, não aceitação da lei. A palavra que aparece no hebraico, do texto usado neste salmo , é עוון (avon), que traz a ideia de afastamento da vontade divina, erro, maldade. E é exatamente o sentido desta palavra neste texto. A iniquidade é o pecado  específico do rebelde, do que não aceita determinações superiores, aquele que se acha "dono do próprio nariz" , para usar uma linguagem corriqueira. Quem não aceita viver de acordo com a vontade de Deus é iníquo, ou seja, nega a autorid…

Prazer na Lei - Salmo 119.2

Bem-aventurados os que guardam os seus testemunhos, e que o buscam com todo o coração. Salmos 119 . 2



O destaque deste verso é para a felicidade dos que se estribam na Palavra de Deus, para os que temem sua santa Vontade e se preocupam em segui-la. Guardar estes mandamentos é naturalmente o dever de todo homem, é para isso que ele foi criado, para viver em comunhão com seu Criador. O problema é que o homem, desviado deste princípio de obediência, desde a queda de Adão no Éden não sente mais prazer em obedecer a Deus pois o pecado afetou totalmente sua natureza e portanto seu coração.  Lemos o que Paulo escreve na sua carta aos romanos:  “Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus, pois não é sujeita à lei de Deus, nem, em verdade, o pode ser” Romanos 8:7  Ninguém sente prazer em satisfazer a vontade de um inimigo nem por conseqüência, obedecer à sua Lei. Ora , se temos inimizade contra Deus é natural que não queiramos obedecer sua lei santa e justa. Mas contra essa mesma inclinaç…

Credo Niceno-constantinopolitano

Cremos em um só Deus, Pai, Onipotente, Criador do céu e da terra, e de todas as coisas visíveis e invisíveis.
E em um só Senhor, Jesus Cristo, Filho unigênito de Deus, gerado do Pai antes de todos os tempos, Luz de Luz, verdadeiro Deus de verdadeiro Deus, gerado, não feito, consubstancial com o Pai, por quem todas as coisas foram feitas, o qual por nós homens e pela nossa salvação desceu do céu, e encarnou por obra do Espírito Santo, da Virgem Maria, e foi feito homem. Foi crucificado por nós sob o poder de Pôncio Pilatos, padeceu e foi sepultado. E, ao terceiro dia, ressuscitou, segundo as Escrituras, e subiu ao céu, e está sentado à mão direita do Pai, e virá outra vez com glória a julgar os vivos e os mortos, e o seu Reino não terá fim.
E cremos no Espírito Santo, Senhor, doador da vida, procedente do Pai. O qual com o Pai e o Filho juntamente é adorado e glorificado, o qual falou pelos profetas.
Cremos na Igreja una, santa, católica e apostólica. Reconhecemos um só batismo para a remissão do

Salmo 119.1 - Conselhos de um pai

1 Bem-aventurados os que trilham com integridade o seu Caminho, os que andam na lei do Senhor!
Eu posso imaginar a figura do pai que chama o filho para conversar. Ele senta ao lado dele e começa a ensiná-lo como proceder durante a vida, em meio às dificuldades, explica como   ser uma boa pessoa, ter um bom caráter,  ter um bom comportamento, ser bem sucedido. Seus conselhos são sábios e prudentes, tal qual o filho antes jamais houvera recebido. A sabedoria deste pai é maravilhosa.  O pai termina  os conselhos e dá por encerrada a conversa. O filho depois de ouvir tudo atento e interessado, levanta efusivo e cheio de grande alegria  compõe uma poesia. 
Eis aí o salmo 119 da Bíblia Sagrada, todo dedicado à lei do Senhor Deus, seus mandamentos e ensinamentos. O filho , neste caso é o salmista, o Pai é Deus. O salmista exultava em poder contemplar como maravilhas dos conselhos de deus e transbordou em grandessíssimos adjetivos parágrafo qualificar uma imponente mensagem nas páginas da bíblia…

Total de visualizações