Pular para o conteúdo principal

Exaustão, vida e vigor. Salmo 119.40

Eis que tenho desejado os teus preceitos; vivifica-me na tua justiça. Salmo 119.40





Há momentos complicados na vida da gente, situações em que não nos resta nenhuma força, estamos esgotados , exauridos e paramos para descansar.
Este momento que paramos é importante para retomar o fôlego para a jornada da vida. Restabelecermos prioridades e reorganizar a mente. Parar faz bem, descansar faz parte , tomar um ar para refrescar as ideias é uma coisa muito edificante.
O problema é que muitos hoje já não estão conseguindo juntar forças para continuar a caminhar e ficam ali prostrados à beira do caminho, deixando que o desânimo tome conta de todo o seu ser. Tomaram o ar , refrescaram a mente, mas não conseguiram disposição para organizar a mente e avançar. Ali ficam prostrados e abatidos, não encontram força para viver, a vida perde o sentido e muitos chegam ao fundo de uma depressão.

Há muitas causas para a depressão, uma delas é a falta de forças. O esgotamento. Hoje em dia existem crentes esgotados, eles cansaram de lutar, cansaram de sonhar, de fazer projetos, cansaram de acreditar que Deus ainda quer algo pra suas vidas. Exaurimos todas  as  nossas forças. Alguns ainda pensam que , mesmo que Deus tenha algo para suas vidas, eles não conseguirão alcançar. Chega-se à exaustão.
E por que pensam que não conseguirão?
Por que sentem fracos. Sentem-se desmotivados. Acham-se incapazes de alcançar objetivos elevados para o Senhor. Nestes momentos é preciso aprender com o salmista e clamar ao Senhor:

"Vivifica-me Senhor! " 

 Ou talvez em uma linguagem mais comum:

 "Restaura-me Senhor!"

Alguém como o escritor deste salmo, que tem desejado andar nos caminhos do Senhor , mesmo sendo fiel, mesmo se esmerando por gradar a Deus, mesmo assim , pode se sentir cansado, abatido e sem forças, mesmo assim pode se sentir incapaz. Não existe soldado invulnerável ao desanimo, o que existe é soldados cansados que sabem a quem recorrer quando perdem as forças.
Não é feio clamar a Deus quando não encontramos forças nem para obedecer mais. Estamos fracos. Deus aprecia a nossa sinceridade e franqueza. Ele vem em nosso socorro.
A oração do salmista é para que Deus lhe desse vida, lhe desse vigor. Ora , se ele está pedindo é por que lhe falta, por que tem necessidade disto.

Ele quer viver, quer ter forças, quer se reanimar em Deus. Por isso ele anseia que o Senhor o reanime em justiça.Todos nós deveríamos aprender com este salmo a clamar quando estamos sem forças, clamar quando estamos prestes a desistir de tudo. Clamar quando desejamos sinceramente sermos renovados na justiça do Senhor.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Zwínglio o Reformador Completo

Huldreich Zwínglio (1484-1531) foi um homem formidável, acima de seu tempo. Viveu pouco tempo (47 anos) e não é tão conhecido hoje como Calvino ou Lutero, no círculo evangélico. Ele era um teólogo excepcionalmente capaz como Calvino , como também possuía qualidades de liderança e fibra que se distinguiam na personalidade de Lutero.
Zwínglio foi o líder da reforma suíça e fundador das igrejas reformadas suíças. Independentemente de Martinho Lutero, Zwínglio chegou a conclusões semelhantes pelo estudo das Escrituras. Os dois não foram influenciados em suas teologias um pelo outro, suas reformas e inovações se deram em paralelo, naturalmente guiados pelo Espírito Santo.
Ele foi famoso por propor, assim como Lutero, algumas teses que confrontavam a teologia romana. Os 67 artigos de Zwínglio. Clique AQUI para conhecer os 67 Artigos de Zwínglio. Zwínglio contrastava de Lutero pois , apesar de enérgico e implacável contra os desmandos do papa e as heresias romanas , ele sempre contestava …

Trindade Imanente e Trindade Econômica

Não se pode estudar Teologia do ponto de vista ortodoxo sem refletir a respeito da doutrina Trindade. A grande maioria das Igrejas cristãs abraça esta doutrina. Ela é básica para o Cristianismo.  A Declaração típica do credo cristão histórico é: Cremos em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo .
Os judeus do tempo de Jesus davam muita ênfase à unidade de Deus, e esta ênfase foi trazida para dentro da igreja cristã. Não muito tempo depois,  estudiosos da Bíblia notaram que a Unidade ensinada no Judaísmo não era tão evidente assim como se entendia na época. Analisando as afirmações de Cristo e as revelações do apóstolo Paulo chegou-se a conclusão de uma Triunidade, também chamada de  Trindade .
Tertuliano (ca. 160 - ca. 220 d.C.) foi o teólogo responsável pelo desenvolvimento do termo Trindade, ele criou a palavra “Trindade” (no latim, Trinitas), esse termo desde a sua época tornou-se característico da teologia cristã. Muitos teólogos do cristi…

A Importância da Reforma nos nossos dias

A Importância da Reforma nos nossos dias

Olá irmãos em Cristo. Estamos em clima de festa, pois no dia 31 de outubro comemoramos o aniversário da Reforma Protestante. E a convite do meu amigo Vitor, estou aqui para fazer um breve texto sobre a importância da Reforma nos nossos dias atuais.
Pouco se ouve falar da Reforma nos nossos dias atuais. A mídia tenta encobrir essa data com o Halloween, e as escolas quando falam sobre o assunto, na maioria dos casos, coloca os reformadores como os “vilões” da história.
A Reforma começou na Alemanha, no ano de 1517, quando o então cardeal da Igreja Católica Martinho Lutero se opôs a algumas regras e normas impostas pela Igreja Católica, como as indulgências, proibição de qualquer pessoa ler a Bíblia, o uso de imagens de santos nos cultos etc. E então, no dia 31 de outubro de 1517, Lutero coloca na parede da Catedral de Wittenberg as suas 95 Teses. E nessas teses, Lutero coloca suas oposições à grande parte daquilo que o catolicismo pregava, propagand…