Pular para o conteúdo principal

Tenha coragem! - Salmo 119.46

Também falarei dos teus testemunhos perante os reis, e não me envergonharei.  Salmo 119.46

 

 É uma sensação muito boa quando nos sentimos cheios de coragem. Pode ser um momento de tensão, um perigo iminente, uma ofensa que precisamos enfrentar , ou uma situação qualquer que nos exija intrepidez e ousadia.
Apesar da ameaça, o coração acelera e se dispõe a lutar, sem fugir, sem recuar, sem medir esforços e , principalmente, sem se intimidar diante da grandeza e da força dos adversários.
Ali estamos nós, cheios de esperança na vitória. E que comece a batalha!
A coragem é uma virtude muito importante que todos nós deveríamos procurar desenvolver. Coragem é uma disposição para agir com intrepidez diante de um risco inevitável  ou de uma necessidade premente. Como diz no dicionário: É a firmeza de espírito para enfrentar situação emocional ou moralmente difícil.
Coragem é assumir alguns riscos controlados, ter disposição para erguer-se depois de golpeado e enfrentar uma demanda sem fugir são importantes para superação de obstáculos e sucesso em todas as áreas da vida. 
É preciso ter : 
Coragem para enfrentar uma doença, em vez de lamentar-se acreditando que já não há mais solução.
Coragem para lutar contra o desânimo quando a crise financeira se apresenta.
Coragem para lutar pela pessoa que ama.
Coragem para sonhar com coisas grandes e ideais elevados.
Na vida cristã não é diferente, é preciso também coragem para enfrentar os desafios diários da jornada. Suportar afrontas, manter-se  firme perante as críticas, enfim, sem coragem não se chega a lugar algum e a ausência total de coragem lança as pessoas no desespero, um sentimento terrível de impotência e abandono. E o pior é que muitas vezes estes sentimentos se transformam em uma destruidora depressão.
A Bíblia sempre dá ênfase á coragem dos servos de Deus, Davi foi um exemplo de coragem ao enfrentar o gigante Golias, Sansão enfrentou e venceu mil soldados filisteus; Moisés enfrentou Faraó face a face; Paulo  testemunhou frente aos reis sobre Jesus mesmo sendo humilhado e ridicularizado pelos mesmos. 
Por isso, de todos os temores que temos que enfrentar diariamente um dos mais difíceis é, sem dúvida, o temor da vergonha. Pode ser ridicularizado, desprezado, humilhado. De todos os temores este é o mais complicado de lidar, por que  qualquer situação , de uma hora para outra pode ser motivo de zombaria, dependendo do contexto social.
O cristão precisa aprender a   lidar com o medo de receber o desprezo de outrem por compartilhar uma palavra do evangelho. Par isso é preciso coragem para testemunhar ,  e este testemunho pode fazer toda a diferença na vida da pessoa. 
Naturalmente alguns vão zombar, alguns irão menosprezar um sábio conselho da Palavra. Mas corajosamente devemos sobressair às críticas e avançar no testemunho, sabendo que o Senhor irá nos recompensar por nossa fidelidade.
Não permite que o medo sufoque seu ardor evangelístico, tenha coragem!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Zwínglio o Reformador Completo

Huldreich Zwínglio (1484-1531) foi um homem formidável, acima de seu tempo. Viveu pouco tempo (47 anos) e não é tão conhecido hoje como Calvino ou Lutero, no círculo evangélico. Ele era um teólogo excepcionalmente capaz como Calvino , como também possuía qualidades de liderança e fibra que se distinguiam na personalidade de Lutero.
Zwínglio foi o líder da reforma suíça e fundador das igrejas reformadas suíças. Independentemente de Martinho Lutero, Zwínglio chegou a conclusões semelhantes pelo estudo das Escrituras. Os dois não foram influenciados em suas teologias um pelo outro, suas reformas e inovações se deram em paralelo, naturalmente guiados pelo Espírito Santo.
Ele foi famoso por propor, assim como Lutero, algumas teses que confrontavam a teologia romana. Os 67 artigos de Zwínglio. Clique AQUI para conhecer os 67 Artigos de Zwínglio. Zwínglio contrastava de Lutero pois , apesar de enérgico e implacável contra os desmandos do papa e as heresias romanas , ele sempre contestava …

Trindade Imanente e Trindade Econômica

Não se pode estudar Teologia do ponto de vista ortodoxo sem refletir a respeito da doutrina Trindade. A grande maioria das Igrejas cristãs abraça esta doutrina. Ela é básica para o Cristianismo.  A Declaração típica do credo cristão histórico é: Cremos em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo .
Os judeus do tempo de Jesus davam muita ênfase à unidade de Deus, e esta ênfase foi trazida para dentro da igreja cristã. Não muito tempo depois,  estudiosos da Bíblia notaram que a Unidade ensinada no Judaísmo não era tão evidente assim como se entendia na época. Analisando as afirmações de Cristo e as revelações do apóstolo Paulo chegou-se a conclusão de uma Triunidade, também chamada de  Trindade .
Tertuliano (ca. 160 - ca. 220 d.C.) foi o teólogo responsável pelo desenvolvimento do termo Trindade, ele criou a palavra “Trindade” (no latim, Trinitas), esse termo desde a sua época tornou-se característico da teologia cristã. Muitos teólogos do cristi…

A Importância da Reforma nos nossos dias

A Importância da Reforma nos nossos dias

Olá irmãos em Cristo. Estamos em clima de festa, pois no dia 31 de outubro comemoramos o aniversário da Reforma Protestante. E a convite do meu amigo Vitor, estou aqui para fazer um breve texto sobre a importância da Reforma nos nossos dias atuais.
Pouco se ouve falar da Reforma nos nossos dias atuais. A mídia tenta encobrir essa data com o Halloween, e as escolas quando falam sobre o assunto, na maioria dos casos, coloca os reformadores como os “vilões” da história.
A Reforma começou na Alemanha, no ano de 1517, quando o então cardeal da Igreja Católica Martinho Lutero se opôs a algumas regras e normas impostas pela Igreja Católica, como as indulgências, proibição de qualquer pessoa ler a Bíblia, o uso de imagens de santos nos cultos etc. E então, no dia 31 de outubro de 1517, Lutero coloca na parede da Catedral de Wittenberg as suas 95 Teses. E nessas teses, Lutero coloca suas oposições à grande parte daquilo que o catolicismo pregava, propagand…