DOUTRINAS DA GRAÇA - TULIP

Cinco Pontos do Calvinismo


A Tulipa é uma flor muito comum nas regiões da Holanda, local onde ocorreu o famoso Sínodo de Dort (Sínodo  que lançou as bases históricas da separação da doutrina Calvinista das restantes que surgiram na Europa com advento do protestantismo).
Do Sínodo surgiu  o famoso documento chamado  Os Cânones de Dort, em que constam estes 5 pontos e outras informações importantes sobre a doutrina oficial da reforma Suiça.
Tulip, em inglês funciona como acróstico das letras iniciais das 5 principais doutrinas defendidas neste Sínodo.

Uma típica tulipa holandesa. A vermelha nasceu junto ás outras mas não é igual.

Historicamente estes são os pontos fundamentais que marcam o terreno da doutrina calvinista. Clique  pontos para explicações mais detalhadas sobre cada um deles.


Vamos experimentar colocar em uma ordem a sequência destes pontos. Vamos lá:

Primeiro Deus criou o homem, bom puro , perfeito e justo.
O Homem pecou, caindo em desgraça, condenado à morte. Da queda seguiu-se a DEPRAVAÇÃO TOTAL em que todo gênero humano foi contaminado e está perdido eternamente, por causa do pecado.
Deus elege dentre os que nascerão de Adão os  pecadores que ele haverá de salvar por sua misericórdia. Elege sem prever nenhum mérito para essa escolha, isso fica conhecido como ELEIÇÃO INCONDICIONAL.
Vindo a plenitude dos tempos Jesus , o Filho de Deus , toma a forma humana, vive sem pecado e morre na cruz, assumindo a culpa dos pecadores eleitos, se sacrificando em favor deles. Ele morre substituindo os eleitos, no lugar dos eleitos. Isso se chama EXPIAÇÃO LIMITADA, ou seja a expiação que cobre somente os eleitos.
Os que Deus predestinou chamar serão irresistivelmente e amorosamente atraídos pela graça  salvadora. Eles não poderão resistir para sempre aos  chamados do Espírito Santo operando com graça em seus corações. Por isso eles crerão em Cristo, terão fé salvadora. Eles creem por que foram chamados e por que foram iluminados. Isto se chama GRAÇA IRRESISTÍVEL.
Os que Deus chamou por sua vocação eficaz, ele fará com que perseverem até o fim, Deus não os abandonará para que resistam por si, para que mantenham-se firmes por suas próprias forças. Não, Deus com eles estará, os fortalecerá, os animará na jornada e não permitirá que seus eleitos se percam. Segurança eterna dos eleitos. A isto chamamos doutrina da PERSEVERANÇA DOS SANTOS.



Comentários