Pular para o conteúdo principal

Amar exige sacrifício , corrigir também. Pv 26.5

Melhor é a repreensão franca do que o amor encoberto. Provérbios 26.5



Qual tipo de pessoa você prefere ser? O  primeiro tipo:  simpático que sempre está de boa com todos, não reclama de nada e é sempre visto como uma companhia agradável, ou o segundo tipo:  o rabugento que sempre está reclamando, criticando e vendo defeitos nas pessoas?
E qual dos dois tipos você queria como amigo?
A maioria de nós gostaria de ser do primeiro tipo e também conviver com pessoas do  primeiro tipo. Mas quem realmente age assim, sempre de boa e nunca reclama de nada, nunca critica, está iludindo a si mesmo e aos outros. Não está sendo um bom amigo. Amigos devem agir com honestidade e serem francos uns com os outros. Isso nos ajuda  a crescer e a melhorar como pessoa e como cristão. Não só exaltando as virtudes mas também corrigindo com amor quando necessário.
Está claro que não devemos ser também o rabugento, o reclamador profissional. Mas é preciso sensibilidade para agir com firmeza e amor.
Se nosso amigo, colega, ou irmão da Igreja está agindo com irresponsabilidade? Se está chegando atrasado com frequência? Se é relapso com suas obrigações? Se nos ofende sem motivo? Se está se comportando imaturamente? Se está a agir sem ética?
O que fazer? É preciso seriedade para confrontar. É preciso até mesmo certa imparcialidade ao abordar.

Meus irmãos, se algum entre vós se  desviar da verdade, e alguém o converter, sabei que aquele que converte o pecador do seu caminho errado salvará da morte a alma dele e cobrirá multidão de pecados." (Tiago 5:19-20)

Existe uma maneira certa de sermos cordialmente verdadeiros.
A confrontação é sempre complicada. tememos  ofender? Tememos perder o amigo, perder a aprovação das pessoas, dos colegas.
Não existem atalhos para a correção, o verdadeiro amor exige sacrifícios a serem feitos e um tipo de sacrifício é o de ter a coragem de confrontar seu irmão ou amigo com sabedoria, humildade e seriedade. Isso exige de nós um grande esforço, quanto mais gostamos da pessoa mais esforço faremos para corrigi-la. Você sentirá a dor da correção em si próprio, isso se chama empatia.
A maneira mais acertada para se agir é pensar em como você receberia a mesma correção de fosse com você.
Algumas coisas são fundamentais na abordagem.

Primeiro - Nunca fale com ira
Se a ofensa for grave e a resposta deve ser imediata, respire fundo e não fale até que você possa sentir realmente que ama aquela pessoa que te ofendeu. Depois disso peça sabedoria a Deus e corrija o interlocutor.

Segundo - Modere o tom de voz
Gritos nunca resolverão nada, nem o tom de voz áspero é necessário para mostrar firmeza. Podemos usar um tom de voz  moderado e sermos muito mais firmes que gritando.

Terceiro - Seja discreto
Se for apenas um indivíduo que merece a correção faça isso em separado, nunca chame a atenção na frente outras pessoas, isso prejudica a relação. Isso é importante especialmente se houver amigos em comum ao redor.

Quarto - Fale somente do que tiver certeza
Se ouviu alguém falar, pergunte antes se o fato procede ou se é boato. Se você mesmo ouviu ou viu algo errado, esteja bem certo do que presenciou para evitar um desagaste ou mal-entendido.

Quinto - Seja bíblico
Quando for preciso repreender  o cônjuge , um irmão da Igreja ou familiar cristão, paute sua repreensão sempre pela Bíblia e nunca por suas opiniões pessoais. A Bíblia pode não dizer, por exemplo, que a ingestão de muita carne gorda faz mal, ou que a falta de exercícios é pecado, mas ela diz que o corpo é templo do Espírito Santo e que devemos zelar por ele. Há sempre um bom conselho bíblico para cada área da vida.

Sexto - Seja pontual , conciso e específico
Não adianta, não é produtivo e não faz bem para a pessoa ser vago na correção.  Se a pessoa tem errado em algo seja claro em dizer no que ela tem falhado, não enrole e dê exemplos de como a atitude errada está gerando problemas. Seja conciso, evite exagerar nas reclamações e usar muito tempo para explicar por que a pessoa está equivocada.
Seja específico, não ataque a pessoa, ataque o problema, ao invés de dizer, por exemplo " Você é um irresponsável , sempre chega atrasado", diga " Você está se atrasando muitas vezes, isso pode fazer com que as pessoas entendam que você está tendo uma atitude  irresponsável". É quase a mesma coisa , mas é uma forma amigável de lembrar a pessoa de seu compromisso.

Estes são os pontos cardeais que devem ser observados para uma repreensão franca, mas em resumo é , seja piedoso,tenha empatia, seja sempre sincero e peça sabedoria a Deus para poder corrigir com amor. Nunca será fácil, sempre será uma tarefa árdua, mas valhe a pena. Amar exige sacrifício , corrigir também. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Zwínglio o Reformador Completo

Huldreich Zwínglio (1484-1531) foi um homem formidável, acima de seu tempo. Viveu pouco tempo (47 anos) e não é tão conhecido hoje como Calvino ou Lutero, no círculo evangélico. Ele era um teólogo excepcionalmente capaz como Calvino , como também possuía qualidades de liderança e fibra que se distinguiam na personalidade de Lutero.
Zwínglio foi o líder da reforma suíça e fundador das igrejas reformadas suíças. Independentemente de Martinho Lutero, Zwínglio chegou a conclusões semelhantes pelo estudo das Escrituras. Os dois não foram influenciados em suas teologias um pelo outro, suas reformas e inovações se deram em paralelo, naturalmente guiados pelo Espírito Santo.
Ele foi famoso por propor, assim como Lutero, algumas teses que confrontavam a teologia romana. Os 67 artigos de Zwínglio. Clique AQUI para conhecer os 67 Artigos de Zwínglio. Zwínglio contrastava de Lutero pois , apesar de enérgico e implacável contra os desmandos do papa e as heresias romanas , ele sempre contestava …

Trindade Imanente e Trindade Econômica

Não se pode estudar Teologia do ponto de vista ortodoxo sem refletir a respeito da doutrina Trindade. A grande maioria das Igrejas cristãs abraça esta doutrina. Ela é básica para o Cristianismo.  A Declaração típica do credo cristão histórico é: Cremos em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo .
Os judeus do tempo de Jesus davam muita ênfase à unidade de Deus, e esta ênfase foi trazida para dentro da igreja cristã. Não muito tempo depois,  estudiosos da Bíblia notaram que a Unidade ensinada no Judaísmo não era tão evidente assim como se entendia na época. Analisando as afirmações de Cristo e as revelações do apóstolo Paulo chegou-se a conclusão de uma Triunidade, também chamada de  Trindade .
Tertuliano (ca. 160 - ca. 220 d.C.) foi o teólogo responsável pelo desenvolvimento do termo Trindade, ele criou a palavra “Trindade” (no latim, Trinitas), esse termo desde a sua época tornou-se característico da teologia cristã. Muitos teólogos do cristi…

A Importância da Reforma nos nossos dias

A Importância da Reforma nos nossos dias

Olá irmãos em Cristo. Estamos em clima de festa, pois no dia 31 de outubro comemoramos o aniversário da Reforma Protestante. E a convite do meu amigo Vitor, estou aqui para fazer um breve texto sobre a importância da Reforma nos nossos dias atuais.
Pouco se ouve falar da Reforma nos nossos dias atuais. A mídia tenta encobrir essa data com o Halloween, e as escolas quando falam sobre o assunto, na maioria dos casos, coloca os reformadores como os “vilões” da história.
A Reforma começou na Alemanha, no ano de 1517, quando o então cardeal da Igreja Católica Martinho Lutero se opôs a algumas regras e normas impostas pela Igreja Católica, como as indulgências, proibição de qualquer pessoa ler a Bíblia, o uso de imagens de santos nos cultos etc. E então, no dia 31 de outubro de 1517, Lutero coloca na parede da Catedral de Wittenberg as suas 95 Teses. E nessas teses, Lutero coloca suas oposições à grande parte daquilo que o catolicismo pregava, propagand…