Blog sobre Teologia contemporânea. Devocionais, artigos e Estudos Bíblicos indutivos

quinta-feira, 14 de julho de 2016

Distinguindo bons conselhos. Salmo 119.24

Também os teus testemunhos são o meu prazer e os meus conselheiros. Salmo 119.24



Uma coisa que percebo, com tristeza nos nascidos em minha geração , "jovens" com menos de 40, é a ideia totalmente descabida de que não precisamos de conselhos. Os jovens de hoje são muito espertos, essa geração sabe sobre tudo, dizem  espantados  os mais velhos.
Não, eles não sabem, e muitas vezes perdem a oportunidade de pedir um bom conselho e acabam amargando fracassos. Quem pede conselhos a pessoas certas, evita muitos dissabores na sua vida.
Justamente nós, jovens, somos sem dúvida os que mais precisamos de conselhos, bons conselhos, para lidar com este mundo cada vez mais impiedoso  e maligno. Pessoas de 60 ou 70 anos já tem uma boa bagagem para usar como suporte de suas decisões, mas um moço de 20 anos que suporte tem?
Se existem jovens que tomam boas decisões eles  com certeza eles estão buscando conselhos edificantes, sejam em revistas, sejam em sites, jornais, livros, amigos, e principalmente no bom e velho diálogo com pessoas mais experientes.
O salmista era provavelmente um homem jovem , por que escreveu neste mesmo salmo , versículo 9:

"Como pode um jovem conservar puro o seu caminho?
 Vivendo-o de acordo com a tua Palavra."

 Ele era um jovem que sentia prazer na sabedoria, prudência  e bom senso  que ele encontrava nos divinos conselheiros.
 Mas não é só jovens que precisam de conselhos, grandes homens de Deus tiveram conselheiros: Salomão mesmo destaca, em    Provérbios 24.6:

Quem sai à guerra precisa de orientação, 
e com muitos conselheiros se obtém a vitória.

Naturalmente existe o grande risco de darmos ouvidos a um mau conselho, isso é um problema tão sério, e que ocorre com tanta frequência , que  parece justificar a tendência de alguns de evitar sugestões de terceiros. O Rei  Salomão, que foi o homem mais sábio que já existiu, teve um filho, Roboão, que não foi nada sábio como seu pai. Roboão tomou maus conselhos, ao invés de ouvir o conselho dos anciãos, que haviam crescido e vivido com seu pai no palácio, resolveu seguir os conselhos que havia pedido dos mais jovens, seus amigos (2 Crônicas 10:1-19; ). Resultado: perdeu boa parte da herança, quando teve o reino herdado do seu pai dividido.
O problema não é pedir conselhos, mas pedir maus conselhos, de fontes e pessoas erradas.

Em ordem de prioridade as pessoas que podem  oferecer bons conselhos.
Esposo ou esposa.
Pais  são ,   por quererem nosso bem e terem mais experiência.
Os anciãos da igreja.
O Pastor, ou líder da igreja .
Amigos, de preferência os mais velhos.
Colegas de trabalho.

Perguntas para avaliar  um bom conselho:
Foi  dado por pessoa  boa , justa  e honesta ? Pedir a um mau caráter conselho só se você também for um mau caráter.
Foi dado por pessoa  espiritual, que tem bom relacionamento com Deus? Evite pedir sugestões a pessoas sem Deus pelo mesmo motivo anterior.
São sugestões desinteressadas? Por exemplo, perguntar ao chefe se você deve ou não pedir aumento não é uma boa idéia.
A pessoa que é experiente no assunto que você precisa saber? Pedir ajuda sobre casamento com uma irmã da Igreja que jamais casou não é uma boa.
Ainda sobre o caso anterior, caso precise de conselho jurídico , busque uma advogado, conselho de saúde procure um médico e assim por diante, parece óbvio, mas para muitas pessoas não é.

Por fim, a baliza final para um bom conselho, deixei por último para destacar bem.


Um bom conselho para um cristão deve ser um conselho bíblico. Uma recomendação  baseada na Palavra de Deus é uma condição fundamental de  um bom conselho.  Por isso ler a Bíblia é o melhor conselho.


Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Popular Posts

Sobre Mim

Sou cristão evangélico, casado com Thainá Oliveira, secretário de escola, formado em Teologia e acadêmico de filosofia. Sou membro da Igreja Presbiteriana do Brasil , na cidade de Cachoeira do Sul, RS onde resido.
Amo Jesus, minha esposa , família, minha Igreja , minha terra e também amo escrever.

IPB

IPB
Logo Igreja Presbiteriana do Brasil

Seguidores

Minha lista de blogs

Total de visualizações

Siga-me por e-mail!

Menu (Editar so No Html )

Recent Posts

Sobre Mim

Sou cristão evangélico, casado com Thainá Oliveira, secretário de escola, formado em Teologia e acadêmico de filosofia. Sou membro da Igreja Presbiteriana do Brasil , na cidade de Cachoeira do Sul, RS onde resido.
Amo Jesus, minha esposa , família, minha Igreja , minha terra e também amo escrever.

Copyright © Blog do Vitor Germano | Powered by Blogger

Design by ThemePacific | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com