Pular para o conteúdo principal

Por que orar? - Salmo 119.26

Eu te contei os meus caminhos, e tu me ouviste; ensina-me os teus estatutos. Salmo 119.26



Por que orar? Por que falar algo que o Deus Onisciente já sabe?

O fato é que  todo relacionamento precisa de diálogo. Amigos verdadeiros conversam entre si. Marido e mulher em um casamento saudável dialogam ,  o pastor conversa com seu rebanho , pai e filho , em um relacionamento  sadio conversam com franqueza. Se um relacionamento não for abastecido com diálogo ele enfraquece e morre.
Nosso relacionamento com Deus também precisa de diálogo. Nós podemos dizer que no trato com o Senhor  pode se assemelha a de um filho para com o pai ou entre o homem e seu melhor amigo. mas apesar de se assemelhar a intimidade deve superar  a que ocorre neste tipo de relacionamento.
O primeiro mandamento (Mt 22.37) ensina a amar a Deus sobre todas as coisas. Isso significa dar a Ele primazia sobre nossa vida, ou seja, um relacionamento íntimo e profundo, sem reservas, sem segredos, sem desconfianças. É importante que nosso amor não seja apenas teórico, confessional, mas ultrapasse isso, desfazendo toda barreira que nos afaste do amor compreensivo de Deus revelado em Jesus Cristo nosso Mediador. As barreiras do medo, da desconfiança e da ignorância.
É através e em nome de Cristo que oramos, e no nome de Cristo que somos ouvidos, é nEle que temos acesso irrestrito à face do Pai. Nossa sinceridade deve ser absoluta, deve superar qualquer barreira, não interessa o quanto difícil seja de ultrapassá-la. Seja a barreira da desconfiança, a barreira da vergonha, a barreira da falta de atitude, ou a barreira da pressa.
É necessário confiar em alguém para se abrir com esta pessoa e partilhar da intimidade. Confie no Senhor.
A vergonha pode impedir o relacionamento. Ter medo de expor suas fraquezas é um problema, é natural. Mas Deus sabe de tudo que fazemos, não temos porque evitar nos  expor  , pois Ele mesmo assim deseja nos ouvir.
A falta de atitude impede as pessoas de se aproximarem de Deus em oração. E quando o fazem é com pressa.
O Senhor deseja conduzir nossos passos, iluminar nossas decisões, ajudar nas nossas escolhas, abençoar os nossos caminhos, mas para isso é preciso que contemos nossos caminhos para que Ele nos auxilie na jornada.
Depois de nos ouvir com atenção , Ele irá nos ensinar os seus estatutos e iremos ser bem aventurados na caminhada da vida



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Zwínglio o Reformador Completo

Huldreich Zwínglio (1484-1531) foi um homem formidável, acima de seu tempo. Viveu pouco tempo (47 anos) e não é tão conhecido hoje como Calvino ou Lutero, no círculo evangélico. Ele era um teólogo excepcionalmente capaz como Calvino , como também possuía qualidades de liderança e fibra que se distinguiam na personalidade de Lutero.
Zwínglio foi o líder da reforma suíça e fundador das igrejas reformadas suíças. Independentemente de Martinho Lutero, Zwínglio chegou a conclusões semelhantes pelo estudo das Escrituras. Os dois não foram influenciados em suas teologias um pelo outro, suas reformas e inovações se deram em paralelo, naturalmente guiados pelo Espírito Santo.
Ele foi famoso por propor, assim como Lutero, algumas teses que confrontavam a teologia romana. Os 67 artigos de Zwínglio. Clique AQUI para conhecer os 67 Artigos de Zwínglio. Zwínglio contrastava de Lutero pois , apesar de enérgico e implacável contra os desmandos do papa e as heresias romanas , ele sempre contestava …

Trindade Imanente e Trindade Econômica

Não se pode estudar Teologia do ponto de vista ortodoxo sem refletir a respeito da doutrina Trindade. A grande maioria das Igrejas cristãs abraça esta doutrina. Ela é básica para o Cristianismo.  A Declaração típica do credo cristão histórico é: Cremos em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo .
Os judeus do tempo de Jesus davam muita ênfase à unidade de Deus, e esta ênfase foi trazida para dentro da igreja cristã. Não muito tempo depois,  estudiosos da Bíblia notaram que a Unidade ensinada no Judaísmo não era tão evidente assim como se entendia na época. Analisando as afirmações de Cristo e as revelações do apóstolo Paulo chegou-se a conclusão de uma Triunidade, também chamada de  Trindade .
Tertuliano (ca. 160 - ca. 220 d.C.) foi o teólogo responsável pelo desenvolvimento do termo Trindade, ele criou a palavra “Trindade” (no latim, Trinitas), esse termo desde a sua época tornou-se característico da teologia cristã. Muitos teólogos do cristi…

A Importância da Reforma nos nossos dias

A Importância da Reforma nos nossos dias

Olá irmãos em Cristo. Estamos em clima de festa, pois no dia 31 de outubro comemoramos o aniversário da Reforma Protestante. E a convite do meu amigo Vitor, estou aqui para fazer um breve texto sobre a importância da Reforma nos nossos dias atuais.
Pouco se ouve falar da Reforma nos nossos dias atuais. A mídia tenta encobrir essa data com o Halloween, e as escolas quando falam sobre o assunto, na maioria dos casos, coloca os reformadores como os “vilões” da história.
A Reforma começou na Alemanha, no ano de 1517, quando o então cardeal da Igreja Católica Martinho Lutero se opôs a algumas regras e normas impostas pela Igreja Católica, como as indulgências, proibição de qualquer pessoa ler a Bíblia, o uso de imagens de santos nos cultos etc. E então, no dia 31 de outubro de 1517, Lutero coloca na parede da Catedral de Wittenberg as suas 95 Teses. E nessas teses, Lutero coloca suas oposições à grande parte daquilo que o catolicismo pregava, propagand…