Blog sobre Teologia contemporânea. Devocionais, artigos e Estudos Bíblicos indutivos

quinta-feira, 30 de março de 2017

Chore. Salmos 119:82

Os meus olhos se consomem pela tua palavra; entrementes dizia: Quando me consolarás tu? Salmos 119:82


Os olhos que se consomem é uma metáfora para choro. O salmista chorava  por que estava consumido de  angústia por ainda não ver cumprida a  Palavra de Deus na sua vida. Ele desejava intensamente os consolos do Altíssimo.
Ele chorava. E o que é o choro?
O choro é a  alma que se rasga , é  o  sentimento e a dor que se transformam em lágrimas. Uma alma rasgada chora. Uma alma que está  ferida pela vida e pelo sofrimento.
O choro é uma válvula por onde  a pressão do sofrimento pode extravasar, por onde a dor dos sentimentos escorre como sangue em ferida aberta. A dor  de uma ferida  pode ser causa  de choro, mas o choro de uma alma dilacerada pode doer muito mais que qualquer ferida  feita no corpo.
Ele chorava de aflição, pois certamente se encontrava em situação difícil e calamitosa.
O choro escancara nossas necessidades e anseios. O choro verdadeiro liberta as emoções que estavam encarceradas dentro da casca dura que é nossa consciência social. No mundo atual que preza pela força, pela aparência de robustez, impassibilidade, o choro é frequentemente visto como sinal de fraqueza e por isso é  reprimido com força. |Essa tentativa de demonstrar  força é enganosa,  pois sorrir e chorar fazem parte da nossa  natureza  , reprimir isso é desumano, irracional. A vida não se faz só de sorrisos, há que se viver também os momentos de tristeza e aflição. Não negá-los  ou reprimi-los.  Se  nos privamos  do choro por longo prazo é possível desenvolver quadros de depressão, úlcera, gastrite e pressão alta. Além disto,   estudos recentes afirmam que chorar faz bem para a alma.
Mas é preciso saber chorar, saber  em que lugar poderemos deixar nossas lágrimas. Você sabe o lugar onde você pode chorar? Não é saudável expressar nosso choro na frente de qualquer pessoa e em qualquer lugar.

O Salmista sabia que devia ser consolado com o consolo do Altíssimo. Por mais bem intencionado que seja , o ser humano não tem a capacidade de aplacar o sofrimento da alma de seu semelhante, é preciso uma intervenção de Deus. Só o Senhor tem remédio para a alma ferida, para o choro do aflito.
O salmista  buscava na Palavra de Deus o consolo, o abrigo, a renovação de suas disposições. O Senhor é alívio para nosso choro, devemos pois chorar aos seus pés e derramar nossa aflição para Ele.



Share:

sexta-feira, 24 de março de 2017

Não seremos derrotados sem lutar.Salmo 119.81

Desfalece a minha alma pela tua salvação, mas espero na tua palavra. Salmo 119.81


Alma desfalecida, coração em conflito. Ao lermos qualquer um dos 150 salmos percebemos que todos eles são expressivos, todos eles trazem uma fortíssima carga emocional.
Os salmistas choram, cantam, riem, exaltam em voz alta, tocam instrumentos, se iram, se alegram, se deprimem, entristecem. O salmo 119 não é exceção, seu compositor era um homem muito intenso, muito expressivo. 
Porém, neste versículo o salmista diz que sua alma desfalece. Não há sinal daquela intensidade outrora presente em vários versos anteriores. Foi-se sua energia.
Percebam, desfalecer significa causar a diminuição da força; perder a disposição, deixar de possuir a intensidade;
Eu enxergo a alma do salmista definhando-se, energia gasta, alma consumida.  O salmista tem uma sensação de esgotamento,ele estava esperando que Deus lhe viesse trazer  o consolo prometido, mas nesta  espera sua alma havia se afadigado.
Assim como  o escritor deste salmo, há momentos na vida do crente em que sua alma desfalece, suas forças se esgotam.
Não há perspectiva, não há um indício de que as coisas poderiam melhorar, a crise e a dificuldade oprimem e machucam. Não ouvimos o barulho de uma porta de vitoria se abrindo, não ouvimos o som de uma água fresca chegando para saciar nossa sede. Não há nuvem de chuva se aproximando para nossa terra seca.
Nada, não percebemos nada que nos inspire otimismo ou uma expectativa de que a vida possa melhorar. Mesmo assim, apesar das circunstâncias somos convidados a confiar. Lutar é preciso, é imperioso. Desistir não é possível, desistir não faz parte de nosso caráter cristão.
Não podemos deixar que nossa alma fique prostrada, cheia de medo e de desconfiança, não somos derrotados, somos vencedores. A mesma onda que faz um surfista chegar ao topo do campeonato de surfe faz um marujo novato tremer de medo, o que os diferencia é a capacidade de enxergar o que esta onda pode proporcionar.
Na verdade os nosso maiores inimigos são os que mais nos desafiam a crescer. Foi quando Davi enfrentou Golias que vimos como o jovem pastor de ovelhas realmente confiava e dependia de Deus. Foi quando Daniel entrou na cova dos leões é que foi percebido o tamanho  e a qualidade da fé do profeta.
 São eles, nossos adversários, que nos exigem que tenhamos mais confiança em Deus, que dependamos mais Dele. Se nossa alma está a clamar por salvação sabemos de onde vem nosso socorro.
Por isso, não desfaleçamos nesta jornada, não percamos a motivação de prosseguir, pois no momento em que estamos mais cansados, mais aflitos Deus nos proporcionará o escape tão almejado e a alegria para nossa alma. Não seremos derrotados sem luta. Venceremos, Deus é conosco
Share:

quarta-feira, 22 de março de 2017

Verdade ou vergonha. Salmo 119.80

Seja correto o meu coração nos teus estatutos, para que eu não seja envergonhado. Salmo 119.80



As pessoas estão acostumadas a mentir, a mentira as  livra de embaraços imediatos. A mentira pode   tirar o peso de uma vergonha, mesmo que seja momentaneamente. A mentira é usada como um escape rápido para uma humilhação iminente.
Há muitas coisas que fazemos que não gostaríamos de admitir. Há muitos pecados, muitas falhas, muitas mesquinhezas que detestaríamos que outras pessoas soubessem. Somos cheios de defeitos, mas estes defeitos não raro estão ocultos diante dos olhos de nossos semelhantes.
Há porém situações em que  somos confrontados por alguém devido aos nossos erros, falhas e pecados,  neste caso  há duas opções, ou reconhecemos e aceitamos a correção , ou negamos, mentimos e evitamos o constrangimento.
Qual das duas opções você escolhe? A mais fácil ou a mais difícil? A que leva ao arrependimento e a vida ou a que leva ao endurecimento e à morte?
Não podemos dizer que essa é uma escolha simples, pois sabemos que em determinada circunstância , reconhecer determinada falha pode trazer consequências imediatas terríveis. Ira, escárnio, condenação, perda de emprego,  divórcio, perda de amizades...Nestes casos a mentira parece uma solução rápida. Não é, é um infeliz engano pensar assim. A mentira nunca soluciona nada, só cria novos problemas.
Pois existe  ainda uma possibilidade melhor do que estas duas, existe uma terceira via, melhor que as alternativas anteriores. Esta alternativa é melhor, mais pura, embora seja mais difícil de cumprir.
A melhor opção é obedecer de coração aos justos juízos de Deus.
O homem que obedece não tem do que recear , não tem do que se envergonhar, ele age correto, com integridade. Ele age pela verdade e a favor da verdade. Sabe que mentir para Deus é impossível.
O homem íntegro não teme ser corrigido pois sabe que seu procedimento está pautado pela Palavra de Deus . Ele anda com sinceridade e singeleza de coração. É um homem verdadeiro, homem correto.
Sabemos que não é fácil confessar em arrependimento. Por outro lado,  sabemos que  não é correto fugir  da correção escondendo seu erro. A melhor opção é ainda não errar e não ter do que se envergonhar. 
Mas alguém poderia dizer que é impossível viver sem pecar. Sim é realmente impossível, pois todos nós somos inclinados ao erro. Somos pecadores natos. Mas mesmo assim é possível que nosso erros não sejam alvo da repreensão do homem. Podemos escolher sermos arguidos apenas por Deus e pela nossa consciência de modo a não sermos envergonhados publicamente, nos expondo ao escárnio dos homens. 
Um homem temente terá pecados, mas ele os tratará  na sua intimidade, diante dele e diante de Deus, não os exporá em público como uma bandeira, maculando assim o testemunho cristão.
O sentido do pecado, o hábito da auto-humilhação e o desejo de contrição estão presentes nas mentes dos homens íntegros. Eles aprendem a confessar ao Senhor todas as suas faltas, até as mais escondidas, que estão ocultas no coração. Assim , humilhando-se perante Deus não são envergonhados diante dos homens.

Assim como o salmista devemos buscar em Deus força para obter um coração correto , um coração devotado aos divinos mandamentos para que não tenhamos do que nos envergonhar, não tenhamos motivo de sermos repreendido e confrontado pelos homens. Verdade ou vergonha, qual você escolhe?





Share:

terça-feira, 21 de março de 2017

Amigos íntimos.Salmo 119.79

Voltem-se para mim os que te temem, e aqueles que têm conhecido os teus testemunhos. Salmo 119.79


Você está em casa, de férias, entediado e pensando em convidar os amigos para fazer um churrasco. Quem você convidaria?
Vamos lá , se eu encher minha casa de beberrões e fanfarrões o que posso esperar que de proveitoso se converse? Posso ser a pessoa mais inteligente do mundo mas com uma companhia desta qualidade claramente esperarei bagunça, desordem e bobagens de todos os tipos.
E se eu encher minha casa de traficantes de drogas? E se eu encher de políticos corruptos? Ok, você não enche deste tipo de pessoa.  
Que tipo de pessoa você é? Quem são seus melhores amigos? Quem você convidaria para um churrasco em família?
São perguntas interessantes. Olhe o que o escritor deste verso diz:
"Voltem-se para mim os que te temem."
Ele deseja a companhia dos servos de Deus, daqueles que como ele compartilham sua fé e seu amor ao Senhor .
Poxa vida , se seu maior interesse for no campo da filosofia você se aproximará dos filósofos, se for no campo da política , será dos políticos.
Suas amizades, aqueles com o qual você se agrada de estar do lado , dizem muito sobre sua personalidade.
Adoramos conversar com pessoas que nos entendem que tem conhecimentos em áreas que nos interessam.
Você gosta de ter por perto quem te faz bem, quem fala a sua mesma "língua", gosta dos mesmos filmes, músicas, programas.
Os filhos de Deus gostam de ter outros verdadeiros filhos de Deus como amigos íntimos.
Eu desejo, assim como o salmista, me aproximar daqueles que tem muito de Deus para compartilhar.
Não há nada mais agradável e prazeroso conversar e trocar ideias com amigos que compartilham a fé e adotam os nossos mesmos princípios de vida.
O salmista queria o convívio , ele chamava para compartilhar sua intimidade pelos que temiam ao Senhor.


Eu tenho outros interesses em comum com outras pessoas, mas isso não se compara com o interesse supremo pelo qual Deus nos fez, ou seja, conhecê-lo e glorificá-lo como nosso Criador e Salvador.


Share:

Servidão ou soberba.Salmo 119.78

Confundam-se os soberbos, pois me trataram duma maneira perversa, sem causa; mas eu meditarei nos teus preceitos.  Salmo 119.78


O que é uma pessoa soberba? Além de sentir-se superior, a pessoa soberba menospreza os outros, considerando-os inferiores. Trata  os seus semelhantes de maneira perversa e cruel. Ela ridiculariza, zomba, escarnece e faz "pouco caso" dos outros. 
Há um contraste marcante nestes versos. Os soberbos de um lado e de outro o salmista.
Os soberbos tratam o salmista com perversidade. O salmista medita nos preceitos de Deus.
O soberbo se sente dotado de  grande importância,  se acha o protagonista  e   relega todos os outros um papel secundário, o papel de coadjuvante.
Ledo engano, não somos protagonistas de nada, nem mesmo da nossa história. Quando tentamos ser protagonistas da nossa vida nos damos mal, erramos nosso alvo , nossa missão de vida e atraímos a ira de Deus , afinal isso se torna idolatria do ego.
Há muitos que idolatram seu próprio ego hoje em dia.
O Senhor deve ser o centro de nossa vida e o principal ator de nossa história. No final só ele deve ser merecedor de todo crédito por qualquer de nossas vitórias.
Podemos escolher: Ou sermos servos de Deus ou sermos soberbos, não há como conciliarmos as duas coisas.
Os idólatras do ego maltratam os outros e pisam  nos seus semelhantes. 
Muitas vezes os servos vão sofrer nas mãos dos soberbos , serão humilhados e maltratados. Muitos justos, muitos humildes, se veem massacrados pelos soberbos, pelos arrogantes desta vida, e o melhor jeito de enfrentar isso é buscar na Palavra de Deus socorro contra isso.
Há momento que somos humilhados e mal tratados , momentos em que temos vontade de reagir com ira e ressentimento. Nunca é o caso. O melhor a fazer para superar as humilhações desta vida é olhar para as promessas de Deus, elas nunca falharão.
Os homens e suas arrogâncias passarão, a sua força murchará, o cetro de seu poder se quebrará, mas os humildes servos do Altíssimo não serão abalados. Os que confiam em Deus serão eternamente consolados de suas lutas e sofrimentos. Lembre, Jesus foi humilhado pelos soberbos fariseus, Paulo foi ridicularizado pelos atenienses, será que nós não sofreremos humilhações por sermos dedicados servos de Cristo?
Para ser servo de Deus não é possível que caiamos na idolatria do ego. Ou somos servos ou somos soberbos.
Aprendamos com o salmista , meditemos nas Sagradas Escrituras para ficarmos firmes nos momentos de luta e humilhação.

Share:

sexta-feira, 10 de março de 2017

Um delicioso banquete. Salmo 119.77

Baixem sobre mim as tuas misericórdias, para que eu viva; pois na tua lei está a minha delícia. Salmo 119.77


O que você  entende quando ouve falar de Bíblia? O que imagina ao enxergar uma? O que pensa quando um pastor ou pregador faz a recomendação de que devemos ler mais a Bíblia?
É bom saber que, em vários contextos a palavra lei pode ser traduzida também por instrução, ensinamentos. O que vem à sua mente quando pensa nos ensinamentos de Deus?
Bom, poucas pessoas imaginam a Bíblia como um  banquete servido. Pois é isso que o salmista entende que a instrução do Senhor é. Ele enxerga a Instrução divina como uma delícia. Uma mesa farta, servida com iguarias saborosas que servem para saciar nossa fome e deleitar nosso paladar. Usualmente   inclui diversas entradas, pratos principais e sobremesas. A pessoa que organiza e cobre os gastos de um banquete é chamada de anfitrião. Neste caso, Deus é nosso anfitrião.
Neste sentido temos um banquete, a Bíblia e também temos um anfitrião que nos serve a Palavra, o próprio Espírito Santo.
Quando abrimos a Palavra estamos diante de um banquete para a alma. A imagem que o salmista nos traz e muito apropriada. Ele diz
"Baixem sobre mim as tuas misericórdias para que eu viva."
Ali está o salmista ,  ele está preocupado , ele está em perigo, ele deseja que Deus o preserve com vida, ele clama pela misericórdia divina. Mas o que ele precisa? Que perigo ele corre, que riscos sua vida está enfrentando? Do que está precisando?
Lendo o restante do versículo percebemos de que ele tem necessidade, de que ele precisa, o que o Senhor necessita supri-lo para que ele se mantenha vivo: Ele anseia pela instrução de Deus, anseia ser edificado pela Palavra. Sem ela , o salmista morreria de inanição espiritual.   Ele diz em outras palavras:
"Senhor dá-me a tua deliciosa Palavra para que eu possa viver!"
"Senhor usa de misericórdia comigo , eu preciso da tua maravilhosa instrução, eu tenho prazer nela, ela me satisfaz!"
O próprio Cristo faz uma símile entre a comida terrena e a comida da alma, ele  afirma em Mateus 4. 4: 
Jesus, porém, afirmou-lhe: “Está escrito: ‘Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus’”. 
Assim como a alma do salmista precisa das delícias da instrução divina , a alma do crente atualmente também necessita de um delicioso banquete de instrução da Palavra.
Imagino-me servido esplendidamente das melhores iguarias: à mesa estou sentado, garfo e faca na mão,  guardanapo no pescoço e uma fome imensurável no estômago. Ali os olhos brilham diante dos deliciosos pratos ali servidos. Que fome! E quanto há de coisas saborosas para experimentar!
Não é diferente na exposição das Escrituras. Eu mesmo, quando me assento para ouvir a exposição  séria, competente e inspirada da Bíblia por um irmão, estou servido num banquete. Com um cardápio delicioso.  E que cardápio variadíssimo, saborosíssimo! Um pregador abre a Bíblia  em Reis, outro escolhe Salmos, um escolhe algo mais temperado como Gálatas, Sofonias. Outro escolhe algo mais  suave como um Cantares ou o Evangelho de João. Há ainda os que preferem servir de sobremesa Provérbios, que é  tão saboroso quanto os outros cardápios. Neste maravilhoso banquete servido pelo Espirito Santo há sempre alimento fresquinho  e saboroso para nossa alma. O Espirito de Deus, maravilhoso "cozinheiro " sempre prepara as refeições na hora, usando sempre os mesmos 66 ingredientes, mas a comida sai sempre diferente e saborosa,  servindo para alimentar nosso espírito.
Deus é misericordioso e nos preparou este maravilhoso alimento para nossa alma, e nos dotou de prazer para apreciá-lo. É imperioso pois que desfrutemos dele.
Se não nos alimentarmos da Palavra nossa alma morrerá a míngua, de fome e seremos derrotados pelos nossos adversários. Já comeu seu banquete hoje?
Não?
Então abra sua Bíblia agora e mate sua fome espiritual.


Share:

quarta-feira, 8 de março de 2017

Consolo e o Panorama da dor . Salmos 119:76

Sirva pois a tua bondade para me consolar, segundo a palavra que deste ao teu servo. Salmos 119:76



Estamos em colapso. As nossas mentes estão em colapso. Coração e sentimentos em colapso. Sociedades em colapso. Pior ainda que tudo: Os cristãos estão em colapso.
O sistema mundano falido joga um fardo pesado sobre nós, um fardo de mágoas, de medos, ansiedades. A crise financeira, o problema familiar, uma doença difícil , uma questão no trabalho, um desentendimento com o vizinho, tudo isso é parte do fardo pesado que muitos de nós carregamos. Mais do que carregar estamos sendo amassados e aniquilados pelo sofrimento. Muitas vezes o sofrimento pode vir até mesmo sem uma causa definida. De repente, uma densa nuvem de tristeza cobre sua vida sem razão aparente. Os cristãos estão padecendo. 
Falta-lhes conforto , falta-lhes consolo.
Um panorama desolador, as coisas parecem sempre dar errado. Você sente o peso da frustração sobre si . Sente-se cansado, lento, e fisicamente esgotado. Todo o seu corpo pode sentir-se pesado.
Nestes momentos em que a angústia toma conta aparecem muitos com ideias super otimistas tentando nos alegrar, ideias fantasiosas.  Outros vem como juízes e querem apenas julgar a razão pelo qual a dor nos afligiu. São críticos mordazes.
Infelizmente , vivemos em uma época onde há pouca gente que deseja realmente nos consolar no momento da angústia, nossa dor parece não ter fim e ninguém parece entender ela. Quem se preocupa conosco? QUem realmente se importa?
Bom meu amigo, este é o panorama da dor. Quando você olha percebe que quase todas as pessoas estão realmente preocupadas consigo mesmas e com seus afazeres. Quando se comovem pela dor do próximo é uma comoção rápida e desprovida de motivações altruístas.
Sabemos que Deus se importa com o sofrimento de seus servos e nos convida a procurar nele o consolo desejado. Onde está este consolo autêntico , verdadeiro?
 Na Palavra de Deus, a única fonte de esperança, refrigério e consolo.
Muitas pessoas porém, especialmente os novos convertidos , não sabem procurar o consolo nas Escrituras, eles estão engatinhando na fé.
Para isso  é que devem haver crentes maduros na fé, crentes que conhecem as Escrituras, crentes que se importem com a dor do outro e ofereçam conselhos orientados na Palavra para orientar os aflitos. Muitos negligenciam esta tarefa com o argumento de que este é o trabalho do pastor. Não é tarefa exclusiva do pastor. È trabalho de toda a Igreja, é trabalho de mulheres, de jovens e anciãos, é trabalho de quem realmente é um salvo em Cristo e conhece o Consolo das Escrituras.
Por que não se importar com o sofrimento alheio?
O Salmista sabia que a bondade do Senhor o iria confortar. Ele esperava o conforto segundo a Palavra de Deus. Mesmo no panorama da dor ele conhecia a bondade de Deus.

Que nós possamos , como conhecedores do Consolo Bíblico , consolar muitas almas que andam oprimidas e amarguradas pela dor.


Share:

Uma Provérbios 31. Mulher de Deus

Mulher virtuosa quem a achará? O seu valor muito excede ao de rubis. ( Provérbios 31)
 
Rubi



O coração do seu marido está nela confiado; assim ele não necessitará de despojo. Ponto 2
Ela só lhe faz bem, e não mal, todos os dias da sua vida. - Ponto 2
A força e a honra são seu vestido, e se alegrará com o dia futuro. Ponto 1
Abre a sua boca com sabedoria, e a lei da beneficência está na sua língua.
 Ponto 3
Está atenta ao andamento da casa, e não come o pão da preguiça. Pontos 1,2,3


Levantam-se seus filhos e chamam-na bem-aventurada; seu marido também, e ele a louva.

Que maravilha a mulher de Provérbios 31. Que bênção tê-la por perto. Que melhor bênção ainda ser esposo de uma mulher Provérbios 31.

Hoje se comemora o Dia Internacional da Mulher. É importante termos um dia para refletir sobre a relevância da mulher na sociedade, e especialmente do ponto de vista de Jesus e da Bíblia.

Uma mulher deve ser valorizada não somente pelo que faz,pelo que representa, nem pelas qualidades que possui. Antes de tudo devemos considerar o valor enquanto ser criado à imagem de Deus. Naturalmente, sabemos que ela é criada a partir do homem, mas não para o homem. Ela foi criada para ser uma adjutora do homem em sua tarefa de cuidar do jardim e povoar a terra para glória de Deus.Ou seja, criada para Deus, à imagem de Deus.

 E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.
E Deus os abençoou, e Deus lhes disse: Frutificai e multiplicai-vos, e enchei a terra, e sujeitai-a; e dominai sobre os peixes do mar e sobre as aves dos céus, e sobre todo o animal que se move sobre a terra.
Gênesis 1.27,28

Como já dissemos, a missão da mulher está clara na Bíblia, ser uma companheira, uma amiga, uma cooperadora do homem em sua tarefa de cuidar do jardim e povoar a terra para glória de Deus.

 Tanto o homem não foi criado para viver só, nem a mulher foi criada para ser independente do homem. A Bíblia diz que a tarefa foi dada em conjunto, para os dois executarem como uma equipe. A razão por que afirmo que nem o homem é completo, nem a mulher, completa em si mesma está no fato de que Deus criou ambos para ser uma só carne, uma metáfora para uma união especialmente íntima. Além disso, a missão de gerar filhos foi dada  aos dois  em conjunto para que ambos estejam cônscios de sua interdependência.
Toda mulher deve entender sua missão aqui nesta terra para ser plenamente feliz e realizada.
Começamos o post com 3 pontos que achamos relevantes para ressaltar em  Provérbios 31. Aqui então vamos analisar estes 3 princípios fundamentais da missão da mulher cristã.


Ponto 1 - Glorificar a Deus com seus dons

A missão especial de toda mulher cristã é glorificar a Deus com sua feminilidade, sua sensibilidade, sua delicadeza e amor. Uma visão Bíblica da Mulher é vista no exemplo de Cristo, que as trouxe para o meio de sua convivência, no qual receberam seus ensinamentos juntamente com os discípulos.  Algumas delas ajudaram financeiramente o ministério de Jesus.
Acompanhavam Jesus os Doze e também algumas mulheres que haviam sido curadas de espíritos malignos e de enfermidades: Maria, chamada Madalena, da qual tinham saído sete demônios; Joana, mulher de Cuza, o procurador de Herodes; Suzana e muitas outras, que o serviam com seus bens. (Evangelho de Lucas, cap. 8, vv. 1 a 3).

A mulher que administra bem os seus talentos para glorificar a Deus está cumprindo bem sua missão.

 Ponto 2 - Mulher como companheira

Vemos em toda a Bíblia o ministério da mulher ligado ao papel de adjutora.  Uma visão cristã e bíblica da mulher   ressalta o seu papel de companheira, de estar lado a lado, face a face, ser a principal aliada, uma guerreira que se coloca junto do seu marido.
Esta foi a primeira missão da mulher, Deus criou a mulher como companhia.

Gênesis 2.18 - E disse o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma ajudadora idônea para ele.

Idônea, ou seja, que caminha junto, que tem os mesmos ideais, o mesmo modo de vida e enxerga na mesma direção. Quando uma mulher sábia entende os ideais de seu esposo e caminha com ele para alcançar os objetivos, de fato , ela está entendendo seu chamado e sendo a verdadeira companheira pelo qual Deus se agrada. 


Ponto 3 - Deus criou a mulher como educadora.

 A Bíblia diz que cabe às mulheres o papel de serem mestras do bem. Ou seja, elas devem ensinar coisas boas e proveitosas que abençoem e edifiquem seus lares. A mulher é chamada para ser uma educadora por excelência e deve buscar sabedoria e graça de Deus para exercer esse ministério.
A mulher mais velha deve ensinar  as mais novas a cumprir bem   seu papel no lar.
Lemos Paulo na carta de Tito cap. 2. 3-5,

"As mulheres idosas, semelhantemente, que sejam sérias no seu viver, como convém a santas, não caluniadoras, não dadas a muito vinho, mestras no bem; Para que ensinem as mulheres novas a serem prudentes, a amarem seus maridos, a amarem seus filhos, A serem moderadas, castas, boas donas de casa, sujeitas a seus maridos, a fim de que a palavra de Deus não seja blasfemada." 


A mulher também deve ser corresponsável pela educação dos filhos junto a seu marido.

Provérbios 1.8 -"Filho meu, ouve a instrução de teu pai e não deixes o ensinamento de tua mãe”.

Muitos homens e mulheres importantes são lembrados pelas suas proezas e capacidades, sejam artísticas, políticas, ou talentos em geral. Mas todos eles (ou a maioria) tiveram uma mãe para lhe educar nos primeiros passos da sua vida e ensinar-lhes as primeiras palavras que saíram da boca. Valorizemos isso.


Abordamos estes três pontos basilares da missão da mulher. Ela é feita para honrar a Deus acima de tudo, ser uma auxiliadora no segundo e ser uma educadora no terceiro ponto.
 A mulher que sabe localizar-se dentro do plano divino, sabe colocar-se disposta e motivada para cumprir a missão que o Senhor lhe determinou, essa será uma mulher feliz e será elogiada por sua fidelidade e zelo. Uma autêntica Mulher Provérbios 31.
Uma Provérbios 31. Conhece alguma?


Share:

sexta-feira, 3 de março de 2017

Bondade e Justiça. Salmo 119.75

 Bem sei eu, ó Senhor, que os teus juízos são justos, e que segundo a tua fidelidade me afligiste. Salmo 119.75


Uma pergunta interessante que gostaria de fazer, reflita sobre ela. Por que os homens geralmente administram pessimamente tanto a justiça quanto a  misericórdia? Por que não conseguem agir com justa severidade para com alguns que merecem , nem sabem agir com bondade perdoando o castigo de outros?
Isso  ocorre pois eles não sabem nem o padrão de justiça nem o padrão de bondade. Não sabem ser bons nem ser justos.
Não há realmente um parâmetro de bondade nem de justiça fora da Palavra de Deus. E sabemos que nossa sociedade quer cada vez mais se desvincular dos padrões estabelecidos na Bíblia Sagrada.

Sobre o padrão de  justiça.
Olhando os justos juízos de Deus podemos avaliar corretamente o padrão de justiça que nós mesmos possuímos e podemos avaliar nossas atitudes e ações. Mas se não tivermos este referencial nos apoiaremos apenas em nossas opiniões e achismos. Filósofos e pensadores da atualidade se debatem para achar um padrão ético que seja universalmente aceito e que possa se aplicar a todas as culturas, etnias e contextos. 
Por exemplo: o que é certo para um chinês muitas vezes não é justo nem aceitável para um boliviano, o que é correto para um mexicano pode não fazer sentido para um árabe. Como pois conciliar as diferentes concepções de justiça sem uma Lei Maior que possa ser o árbitro em nossas diferenças?
Para o cristão mexicano e para o cristão chinês , o boliviano, o chileno e para qualquer outro cristão o padrão de justiça é a Lei que emana da Palavra de Deus. Nada pode se alterar ao que que o Senhor já determinou como correto e justo, esse é nosso referencial maior.

Sobre o padrão de  bondade.
A bondade , é quando podendo agir contra alguém , seja para punir ou exigir restituição , não o fazemos , para  beneficio da própria pessoa ofensora. Parece simples, e fácil ser bom, mas não é.
Muitas vezes  aliviar um sofrimento , ou deixar de exigir um direito não é a melhor forma de ajudar e ser bondoso com alguém. Um pai que castiga o filho que insiste em desobedecer está sendo bondoso para ele dando-lhe o castigo. Um chefe que desconta no salário as faltas de um empregado relapso está sendo bom com ele, ensinando-o como deve ser responsável. Nem sempre ser bom é deixar de punir, ou de castigar.
Saber quando devemos agir com tolerância e quando devemos agir com firmeza é algo muito difícil de aprender, na verdade, conseguir ser plenamente bom e plenamente justo é algo que só nosso Deus consegue. O salmista identificou isso quando , depois de ter passado pela prova e pelo sofrimento ele encontrou a paz entendendo que tudo o que o Senhor o fez passar teve sempre a bondade e a fidelidade de Deus como parâmetro.
Nas maiores dores, nas maiores aflições, O Senhor permaneceu sendo justo , mas não somente justo , mas bondoso e fiel.


Share:

quinta-feira, 2 de março de 2017

Amigos para compartilhar a alegria .Salmo 119.74

Os que te temem alegraram-se quando me viram, porque tenho esperado na tua palavra. Salmo 119.74



Quer aprender a identificar uma pessoa de bom caráter? Quer ter um indício confiável de que alguém é uma pessoa boa? Simples. Veja como ela reage ao sucesso de outras pessoas, se ela se alegra sincera e desinteressadamente pelo sucesso e felicidade de outros.
Atualmente dá-se muita ênfase sobre a companhia de pessoas que oferecem apoio nos momentos de dificuldade. Realmente, é bom saber que podemos ter alguém para partilhar os momentos de aflição, de prova e até mesmo momentos de dor? Sim, é maravilhoso saber que temos com quem contar, com quem dividir a dureza da vida.
Mas é mais interessante saber que temoster alguém em todos os momentos da vida,  quer os momentos sejam alegres, quer os momentos sejam tristes.
Há tempos ouvi alguém dizer que amigo companheiro é aquele que se alegra com a felicidade, com a conquista do amigo. É aquele que, mesmo não possuindo o que você possui se alegra de verdade com você.
Amigo é aquele que está em companhia em todos os momentos, esse não escolhe momentos propícios, não espera as dificuldades aparecerem para estar próximo. A verdadeira amizade é aquela que está junto nos bons e maus momentos da vida. Partilha-se de tudo um pouco, sorrisos e choros, abraços, afeto e lamentos.
Atentando bem ao versículo citado acima, notamos que os servos de Deusse alegravam com o salmista, porque ele confiava  na Palavra.
Certamente o Salmista estava alcançando virtudes em sua caminhada com Deus por ter aprendido a esperar nas doces promessas que havia recebido. Ele agora começava uma nova etapa a trilhar, agora ele esperava na palavra e era surpreendido pela alegria dos que temiam a Deus.
 Os verdadeiros servos do Senhor alegram-se ao verem a vitória uns dos outros, os êxitos uns dos outros.
Que maior êxito há do que ver que nossos amigos estão observando a Palavra de Deus?
Não há alegria maior! Sem dúvida, observarmos que nossos amigos estão guardando e aguardando, submissos, pela autoridade das Escrituras é algo que deixa os verdadeiros salvos extremamente alegres. É como um filho obediente que se alegra quando seus irmãos também se esmeram por obedecer.

Sejamos pois, como o salmista, alegremo-nos com as vitórias de nossos amigos e especialmente com nossos amigos fiéis à Palavra.
Share:

quarta-feira, 1 de março de 2017

Para que servimos nós? Salmo 119 .73

As tuas mãos me fizeram e me afeiçoaram; dá-me inteligência para entender os teus mandamentos. Salmo 119 .73




Para que servimos nós?
Quando Deus formou Adão, tirou do barro sua estrutura, dali moldou o primeiro ser humano. Quando formou Eva, Deus usou a substância da costela de Adão para que dela formasse a primeira mulher.
Hoje este processo de formação ocorre no oculto do ventre materno. Lá Deus molda toda nossa constituição para sejamos tudo aquilo que Ele deseja que sejamos. Cada milímetro do nosso corpo, cada molécula, cada átomo, está posicionado exatamente da maneira exata que o Criador dispôs e ordenou.
Antes de sermos formados já havíamos sido destinados para um propósito específico. De fato, ninguém nasce para tornar-se "qualquer coisa na vida", as pessoas tem um caminho específico para ser trilhado.
Sabendo desta condição o salmista então pergunta a Deus qual seria este caminho, qual ser o destino pelo qual ele fora criado pelo Senhor.
Para que servimos nós?
Esta é sem dúvida, uma ótima pergunta e  saber respondê-la corretamente poupa de muitos desgostos e sofrimentos desnecessários. Pense em quantas pessoas perdem tempo, energia e gastam seus preciosos minutos de vida correndo de um lado para  o outro procurando sentido para suas vidas. Muitas delas passam as vidas frustradas, sem saber por que e para que foram criadas e "jogadas" neste mundo. Pessoas felizes sabem muito bem qual é seu lugar no mundo e sua motivação de vida.
Para que servimos nós então?
Não há ninguém neste mundo que nasça com uma plaquinha na testa dizendo para que foi feito e quais seus talentos.
É preciso inteligência para discernir o propósito da nossa criação e essa inteligência só pode vir de Deus, o nosso Criador, que nos projetou, formou, configurou e fez-nos nascer. É importante buscar nos mandamentos do Senhor a inteligência para vivermos e dar sentido a nossa existência.  Eu chamo isso de orientação básica de vida. Essa orientação básica é que dará suporte a todas as demais coisas e atividades que possamos empreender. 
Por exemplo: Um homem que sabe que sua missão de vida é ser enfermeiro aprenderá tudo que for possível para orientar seus esforços neste sentido, todos seus conhecimentos, o seu casamento, o lugar de sua moradia tudo se fixará em função desta sua orientação básica de vida. O mesmo se dará com um psicólogo, um caminhoneiro, um missionário ou um político.
Ninguém é feliz fazendo algo que não ama fazer, que não corre em suas veias o desejo de fazer.
Só seremos felizes se sabemos para que servimos nós, neste mundo criado por Deus e para Deus.
Share:

Popular Posts

Sobre Mim

Sou cristão evangélico, casado com Thainá Oliveira, secretário de escola, formado em Teologia e acadêmico de filosofia. Sou membro da Igreja Presbiteriana do Brasil , na cidade de Cachoeira do Sul, RS onde resido.
Amo Jesus, minha esposa , família, minha Igreja , minha terra e também amo escrever.

IPB

IPB
Logo Igreja Presbiteriana do Brasil

Seguidores

Minha lista de blogs

Total de visualizações

Siga-me por e-mail!

Menu (Editar so No Html )

Recent Posts

Sobre Mim

Sou cristão evangélico, casado com Thainá Oliveira, secretário de escola, formado em Teologia e acadêmico de filosofia. Sou membro da Igreja Presbiteriana do Brasil , na cidade de Cachoeira do Sul, RS onde resido.
Amo Jesus, minha esposa , família, minha Igreja , minha terra e também amo escrever.

Copyright © Blog do Vitor Germano | Powered by Blogger

Design by ThemePacific | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com